sábado, 21 de junho de 2014

A Rainha dos Condenados

Título no Brasil: A Rainha dos Condenados
Título Original: Queen of the Damned
Ano de Produção: 2002
País: Estados Unidos, Austrália
Estúdio: Warner Bros
Direção: Michael Rymer
Roteiro: Scott Abbott, baseado na obra de Anne Rice 
Elenco: Aaliyah, Stuart Townsend, Marguerite Moreau

Sinopse:
O secular vampiro Lestat (Stuart Townsend) resolve mudar mais uma vez os rumos de sua existência, procurando agora levar uma vida de superstar da música mundial. Seu sucesso porém acaba atraindo a atenção de outros poderosos seres das trevas, entre eles a Rainha Akasha (Aaliyah), despertada de seu sono milenar sob uma fria cripta no Ártico. Indicado ao prêmio da Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films na categoria Melhor Filme de Terror.

Comentários:
Considero "Entrevista com o Vampiro" uma pequena obra prima do cinema de terror moderno. Muito bem realizado, contando com elenco inspirado e tendo como material o ótimo livro de Anne Rice! Esse "A Rainha dos Condenados" é outra adaptação de um livro da autora, com o mesmo personagem, o vampiro charmoso Lestat (aqui interpretado pelo fraco ator Stuart Townsend). Se o primeiro filme era um show de produção, bons atores e direção caprichada esse aqui é bem mais modesto. Eu não culpo o fato do filme ser fraco apenas pelos poucos recursos que foram disponibilizados para sua realização. Na verdade vou mais longe, culpando a própria autora Anne Rice que escreveu uma estória muito fraca, boba e sem maiores atrativos. Essa coisa toda de transformar o vampiro Lestat em um roqueiro é uma tolice sem tamanho. Ora, se não agradou na literatura porque iria dar certo no cinema? Assim esse é um daqueles casos em que a culpa não é do filme em si, mas sim da obra que lhe deu origem. E como nota triste é importante lembrar que foi o último filme da cantora Aaliyah que acabou morrendo tragicamente logo após a conclusão das filmagens. Enfim, um projeto que começou errado e terminou em tragédia, infelizmente.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário