quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A Colina Escarlate

Em plena era vitoriana a jovem americana Edith Cushing (Mia Wasikowska) deseja se tornar escritora. Ela não quer ser apenas uma dondoca que vive às custas do dinheiro do pai, um industrial milionário. Romântica, acaba se apaixonando pelo inglês Thomas Sharpe (Tom Hiddleston) sem saber que ele é na verdade um nobre arruinado que está sempre atrás de mulheres ricas para bancar seus projetos. Entre eles o de construir uma máquina a vapor que pretenderá usar na exploração de minas que pertencem à sua família há gerações. Depois da morte nada acidental do pai, Edith finalmente se casa com Thomas e vai morar com ele na distante e fria Inglaterra. Lá acaba conhecendo a antiga mansão da família Sharp, uma velha casa assustadora que guarda muitos segredos escabrosos entre suas centenárias paredes. Esse novo terror assinado pelo diretor Guillermo del Toro é uma clara tentativa de reviver os antigos filmes de terror ingleses, aqueles passados em casas mal assombradas.

A boa notícia é que ele conseguiu realizar um bom filme. Na verdade o que temos aqui é mais um terror psicológico do que o estilo mais sanguinário e violento que impera nos dias de hoje. Edith, uma típica heroína de romances góticos vitorianos, precisará escapar da armadilha mortal em que inocentemente se encontra. Thomas tem uma irmã abominável que demonstra ter uma relação doentia e obsessiva com o irmão. Esse nada mais é do que um dândi arruinado que corre atrás de sonhos de um passado que já não existe mais. A velha mansão inglesa em ruínas assume assim quase a personalidade de um personagem próprio dentro da trama, alguém que tenta avisar Edith do perigo que corre. Os fantasmas presentes na história (sim, eles estão lá para a alegria dos fãs de velhos filmes) não são necessariamente os vilões, agindo muitas vezes por motivos altruísticos e solidários. No final o espectador é presenteado com uma bela direção, boas atuações e uma direção de arte maravilhosa, sombria e assustadora nas medidas certas. Para assistir de noite, procurando sentir todo o clima criado por Del Toro. Um bom filme de terror com o sabor nostálgico daquelas antigas fitas inglesas de assombração.


A Colina Escarlate (Crimson Peak, Estados Unidos, Canadá, 2015) Direção: Guillermo del Toro / Roteiro: Guillermo del Toro, Matthew Robbins / Elenco: Mia Wasikowska, Jessica Chastain, Tom Hiddleston / Sinopse: Jovem americana se apaixona por nobre inglês e vai morar com ele numa mansão decadente e sombria pertencente à sua família. Seu marido mora lá há anos e compartilha a velha casa ao lado de sua estranha e sinistra irmã. O que a jovem mal desconfia é que na realidade está entrando em uma armadilha mortal.

Pablo Aluísio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário