sábado, 12 de março de 2016

400 Dias

Um grupo de astronautas é confinado em uma instalação subterrânea por 400 dias para simular uma longa viagem em direção ao planeta Marte. Eles deverão ficar completamente isolados do mundo exterior, sem informações e contatos com o que ocorre fora de sua nave. Durante os dias o confinamento, o tédio e a tensão começam a cobrar seu preço. Os quatro tripulantes começam a sofrer alucinações e comportamentos fora do padrão. Para piorar a situação o capitão do grupo, Theo (Brandon Routh), tem um relacionamento mal resolvido e em crise com a médica Emily (Caity Lotz). Aos poucos eles começam a entender que estão ficando completamente enlouquecidos. "400 Dias" é uma ficção de baixo orçamento que pretende se apoiar em um roteiro intrigante que conta uma história até bem interessante. O problema é que o mesmo roteiro não parece muito determinado a explicar diversas situações que vão surgindo ao longo do filme. As pontas soltas vão se acumulando e de repente o espectador se vê jogado em uma série de situações estranhas que jamais serão esclarecidas.

Não se impressione muito com o poster e o material de divulgação. Os cenários que parecem bem elaborados nesses materiais não aparecem na fita. Quando o filme começa logo vem a decepção. A produção que foi bancada pelo ator e humorista Dane Cook é apenas razoável, quase abaixo do aceitável. O único ponto realmente bom dessa ficção B vem do elenco. O próprio Cook, por exemplo, interpreta um dos astronautas, um sujeito especializado em mecânica. Não há traços de humor e ele só se torna levemente divertido quando começa a alucinar por causa do confinamento. O ex-Superman Brandon Routh também não tem muito o que fazer a não ser ficar com cara de fossa após levar um fora da namorada que inclusive faz parte da tripulação. Ela é interpretada pela linda (coloca linda nisso) atriz Caity Lotz. Seus olhos azuis e seu carisma acabam sendo um dos principais motivos para assistir ao filme até o seu final que é bem decepcionante, não podemos negar. O roteiro apresenta uma reviravolta lá pelos 60 minutos de duração, mas não se empolgue com isso, pois tudo é mal aproveitado e desenvolvido. Enfim, "400 Days" só vale como mero passatempo para uma tarde tediosa e nada mais.

400 Dias (400 Days, EUA, 2015) Direção: Matt Osterman / Roteiro: Matt Osterman / Elenco: Brandon Routh, Dane Cook, Caity Lotz, Ben Feldman, Tom Cavanagh / Sinopse: Um grupo de astronautas é confinado numa instalação que simula uma nave espacial rumo a Marte. Eles deverão ficar isolados por 400 dias, sem contato nenhum com o mundo exterior. A falta de comunicação com o restante do planeta porém começa a exercer uma grande pressão sobre todos eles. Em pouco tempo começam a apresentar alucinações e ilusões, seguidos de ataques constantes de insanidade. A única saída é desistir do projeto e ir embora, mas para surpresa de todos algo de muito sério aconteceu com a Terra enquanto estavam isolados do mundo lá fora.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.2

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir