terça-feira, 22 de março de 2016

Os Últimos Sobreviventes

Título no Brasil: Os Últimos Sobreviventes
Título Original: The Last Survivors
Ano de Produção: 2015
País: Estados Unidos
Estúdio: Federighi Films
Direção: Thomas S. Hammock
Roteiro: Jacob Forman, Thomas S. Hammock
Elenco: Haley Lu Richardson, Booboo Stewart, Max Charles
  
Sinopse:
Em um mundo pós-apocalíptico, dois jovens, Dean (Booboo Stewart) e Kendal (Haley Lu Richardson), tentam sobreviver no sotão de uma velha fazenda abandonada. O mundo está completamente deserto e não chove há décadas, assim o bem mais precioso do planeta passa a ser a água. No lugar onde se escondem existe um poço que ainda tem o precioso elemento, por isso eles tentam viver naquela desolada região por algumas semanas. Tudo muda porém quando um grupo de criminosos liderado por Carson (Jon Gries), um falso padre, chega para procurar por sobreviventes. Eles executam todos os que encontram pela frente, sempre em busca de novas nascentes de água potável para explorar em proveito próprio. Assim começa um verdadeiro jogo de vida ou morte. Filme indicado ao prêmio Fantasporto e ao Chicago International Film Festival.

Comentários:
Mais um filme derivativo da mitologia Mad Max. Não adianta, praticamente todo filme passado em um mundo pós-apocalíptico será, em maior ou menor grau, apenas uma derivação sobre o que se vê (ou já se viu) na famosa franquia de George Miller. Esse aqui não foge à regra. O mundo está destruído? Confere. O bem mais valioso que existe é a água? Confere. Os poucos seres humanos sobreviventes de uma hecatombe nuclear lutam por ela? Confere. Banhos de sangue recorrentes vão determinar quem colocará finalmente as mãos nos reservatórios de água? Confere. O único diferencial é que sai Max e entra uma adolescente no lugar dele. A personagem Kendal é interpretada por uma ex-estrelinha da Disney, a bonitinha Haley Lu Richardson. Como ela ainda é muito jovem não existe maiores referências em sua carreira. A mocinha até que se esforça bastante para dar crédito ao filme, chegando inclusive a protagonizar cenas verdadeiramente nojentas quando, por exemplo, entra dentro de um poço de piche! Também acaba se revelando uma ótima lutadora com espadas ninjas... imagine só você! Tudo isso para sobreviver em um mundo dominado por seres asquerosos e infames. O interessante é que ela precisa cuidar de um outro jovem, Dean, que está muito doente, com um sério problema nos rins, o que o impede de ser o herói da fita. Haley então assume essa função e inverte o que geralmente ocorre nesse tipo de produção onde geralmente os rapazes são os heróis. Para falar a verdade seu esforço em desempenhar bem seu papel acaba sendo o único motivo para se assistir o filme até o final. Em pouco tempo porém você chegará na conclusão que o filme definitivamente não traz nada de novo sobre esse tema já tão saturado. Muito provavelmente os adolescentes curtirão mais, até porque as chances de se identificarem com a mocinha serão bem maiores. Já aos veteranos, que conhecem Mad Max há décadas, só restará mesmo o tédio. 

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.4

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir