sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Kull - O Conquistador

Título no Brasil: Kull - O Conquistador
Título Original: Kull the Conqueror
Ano de Produção: 1997
País: Estados Unidos
Estúdio: Universal Pictures
Direção: John Nicolella
Roteiro: Charles Edward Pogue
Elenco: Kevin Sorbo, Tia Carrere, Thomas Ian Griffith
  
Sinopse:
Kull (Kevin Sorbo) é um guerreiro bárbaro que consegue se tornar rei em um duelo mortal. Com a morte do monarca ele seria assim o legítimo sucessor do trono, porém os herdeiros do rei morto não aceitam a subida ao poder de Kull, que dessa forma precisará lutar com toda a voracidade e fúria para sentar no trono que ele considera seu por direito e honra.

Comentários:
Mais um filme adaptado da obra do escritor Robert E. Howard. Obviamente o personagem bárbaro Kull não chega aos pés do guerreiro mais popular criado por Howard, o Conan. Mesmo assim há aspectos que poderiam ser bem aproveitados nas telas, como as origens do guerreiro descritas no livro original  (ele teria nascido na Atlântida Pré-Cataclísmica há mais de 10 mil anos, crescido com piratas selvagens, lutado grandes batalhas). Infelizmente todo o passado glorioso de Kull acabou sendo colocado de lado pelos produtores desse filme para se contar apenas uma estorinha quase que completamente banal. O curioso é tudo isso partir de Raffaella De Laurentiis, a filha do grande produtor Dino. Ela poderia ter aprendido mais com a experiência do pai (que produziu os dois primeiros filmes de Conan para o cinema) e ter optado por um roteiro melhor. O elenco também não colabora muito. Sempre achei muito equivocada a escolha do astro de TV Kevin Sorbo para interpretar o protagonista. Isso porque ele já estava muito associado às séries "Hércules" e "Xena", o que prejudicou bastante o filme como um todo. Assim, no geral, o filme apresenta muitos problemas. Para os fãs da obra de Robert E. Howard essa produção é certamente uma das piores já feitas. Não chegaria a tanto. Tudo bem, passa longe de ser um bom filme, mas pelo menos diverte, se você conseguir se focar apenas na pura diversão sem pretensões.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★
    Elenco: ★★
    Produção: ★★
    Roteiro: ★★
    Cotação Geral: ★★
    Nota Geral: 6.0

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir